Acontece
Patrimônio cultural é tema de encontros presenciais em Diadema e em Carapicuíba (SP)

A historiadora e doutora em Artes Visuais, Valéria Peixoto de Alencar, conduziu os encontros e desmitificou a visão de que Patrimônio Cultural está relacionado apenas a prédios antigos, igrejas e espaços tombados. A pesquisadora comentou que o patrimônio está muito mais associado à memória, seja ela de ordem social ou pessoal, e acredita que o melhor conceito de patrimônio é a definição abordada no livro “Guilherme Augusto Araújo Fernandes”, escrito por Men Fox. “Memória está associada à vivência de cada um”, define Val.

Ela defendeu também que cultura, para a Antropologia, é produção humana e, portanto, o espectro é muito mais amplo do que em geral consideramos, ou seja, cultura apenas como produção artística de artistas.

Para finalizar o encontro, Valéria pediu a todos os professores participantes que se reunissem em grupos e apresentassem entre si objetos e fotos com significados pessoais. Logo após, os professores agruparam os objetos e montaram instalações coletivas reunindo os materiais de cada um. Uma grande exposição foi montada e discutida como patrimônio.

Para Lorimeire Nunes, professora da Emei Carmelinda Cavalcanti Chagas, em Carapicuíba, todo o Aprendendo com Arte tem sido uma descoberta pessoal. “Quando me inscrevi, achei que ia aprender mais coisas sobre a educação infantil, mas eu me descobri como artista. Aprendi que eu posso desenhar, fotografar.”

@

Não ativo recentemente